Psoríase e Artrite Psoriásica

julho 5, 2018

Quer saber sobre Psoríase e Artrite Psoriásica? Confira o texto que o Dr. Rafael Alves Cordeiro, especialista em Reumatologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e médico da Clínica São Francisco, preparou para você!

A Psoríase é uma doença inflamatória crônica da pele, relativamente comum e não contagiosa.
Estima-se que 1 a 3% da população mundial seja afetada pela Psoríase. Só no Brasil, seriam cerca de 5 milhões de pessoas com Psoríase!

A Psoríase manifesta-se principalmente pelo surgimento de placas avermelhadas, espessas e descamativas sobre a pele.

A doença não tem uma causa específica. Existe uma predisposição genética à desregulação do sistema imunológico que, em última análise, causa as inflamações na pele. Fatores como tabagismo e estresse emocional podem piorar as lesões da Psoríase.

São descritas diversas formas clínicas de Psoríase, sendo que a forma mais comum (Psoríase em placas) acomete os cotovelos e joelhos, podendo se estender para grandes áreas da pele e também afetar unhas e couro cabeludo.
Outras formas de Psoríase menos comuns, mas que devem ser lembradas são: Psoríase invertida (acomete regiões de dobras), Psoríase palmoplantar (acomete palmas das mãos e plantas dos pés), Psoríase pustulosa (apresenta pequenas bolhas de pus), Psoríase gutata (pequenas e numerosas lesões “em forma de gota”) e Psoríase eritrodérmica (forma rara que gera vermelhidão e descamação generalizadas).

Apesar de muitas pessoas conhecerem ou pelo menos já terem ouvido falar da Psoríase, poucos sabem que além do acometimento da pele, a Psoríase pode estar associada à Artrite Psoriásica, uma doença autoimune que causa dores e deformidades nas articulações. A Artrite Psoriásica pode afetar as articulações das mãos, punhos, pés, tornozelos, joelhos, bacia (sacroilíacas) e coluna. Além disso, também pode causar dor em regiões chamadas de ênteses, que são os locais de encontro dos ligamentos e tendões com os ossos. Por isso, é muito importante o diagnóstico precoce e o tratamento adequado da Artrite Psoriásica.

Estima-se que até 30% dos pacientes com Psoríase possam desenvolver alguma forma de Artrite Psoriásica ao longo da vida.

Apesar de a Psoríase e a Artrite Psoriásica não terem cura, atualmente existem diversas opções de tratamentos que permitem o controle dessas doenças, melhorando a qualidade de vida e a auto-estima dos pacientes e diminuindo o risco de deformidades.

Para o sucesso do tratamento, é fundamental o acompanhamento regular com o médico Dermatologista e, na suspeita de Artrite Psoriásica (dores, rigidez ou inchaços articulares), procurar um médico Reumatologista o mais precocemente possível.

 

Dr. Rafael Alves Cordeiro.
Especialista em Reumatologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.
Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Reumatologia.
Médico Reumatologista da Clínica São Francisco.

Postado em Especialidades por Clinica São Francisco